Quinta, 22 de Abril de 2021 14:34
(42)9 9998-8983
Paraná Plantão Atual

Professor universitário acusado de cometer apologia ao estupro, se manifestou em nota quanto ao caso

Ricardo Germano Efing, foi demitido do Centro Universitário Uniguaçu e da Campo Real.

20/03/2021 16h22 Atualizada há 1 mês
Por: Ronaldo Mochnacz
O professor Ricardo Germano Efing se manifestou através de uma nota. Foto: Reprodução
O professor Ricardo Germano Efing se manifestou através de uma nota. Foto: Reprodução

"Desculpe meninas eu sei que é chulo o que eu vou dizer, mas é aquele ditado se o estupro é inevitável e eminente, relaxe e aproveite." Essa foi a afirmação usada por um professor do Centro Universitário da Uniguaçu, durante uma de suas aulas remotas, no dia (12) de março. O vídeo foi compartilhado nas redes sociais somente nesta sexta-feira (19), e em poucos minutos já era o assunto mais comentado na região com mensagens de repúdio ao professor e apoio as mulheres com a seguinte frase — "Estupro não resulta em prazer e mulher não gosta de apanhar, mulher gosta de respeito."

O Centro Universitário Uniguaçu se manifestou em nota falando sobre o caso e informando que as medidas administrativas já foram tomadas, que o professor já foi desligado da instituição e que foi realizado um pedido desculpas a turma que presenciou a frase que por muitos foi considerada apologia ao estupro.

Outra instituição onde o professor dava aula, o Centro Universitário Campo Real, de Guarapuava, na região central do estado, também informou, na manhã deste sábado (20), que Efing foi desligado.

Acompanhe a nota divulgada ao G1 Notícias

"Tendo em vista os acontecimentos advindos da divulgação de vídeo contendo pequeno fragmento descontextualizado da aula transmitida via Internet em razão das medidas impostas pela pandemia do COVID-19, gostaria de esclarecer, com integral respeito, o que segue.

Ao exemplificar uma situação, foi utilizada expressão popular que, após a devida reflexão, se mostra integralmente inapropriada e que não poderia ser aceita com naturalidade ou indiferença. Não se pode deixar de reconhecer o machismo estrutural presente em nossa sociedade que, infelizmente, reproduz comportamentos os quais devem ser devidamente enfrentados de modo construtivo, para que todos possam aprender e progredir para uma sociedade mais respeitosa e igualitária. Reconhece-se este erro e será buscado o necessário aprendizado com essa situação.

Feita esta reflexão, entende-se que a trajetória acadêmica e a carreira no magistério não podem ser avaliadas por uma expressão isolada. Expresso desde logo meu pleno respeito à todas as mulheres, jamais pretendendo ofendê-las ou agredi-las. Externo minhas mais sinceras desculpas e fico à disposição para prestar os esclarecimentos devidos no sentido de ser desfeito este lamentável fato".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
União da Vitória - PR
Atualizado às 14h24 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 12° Máx. 21°

21° Sensação
8.4 km/h Vento
55.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Sábado (24/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 25°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias